Society for Accessible Travel & Hospitality Logo
SATH Logo

Accessible Taxis In Campinas Brazil

Dec 16, 2008

Campinas offers taxi for wheelchair users

 

Translated from   Cosmo
15/12/2008


 



The city is the second city in Brazil to offer the service following the Rio de Janeiro; 20 vehicles are expected

 

Campinas becomes the second city of the country to provide taxis for wheelchair users and for people with reduced mobility. Rio de Janeiro already has been offering the service since the beginning of the year with the project to receive the Olympics and Paralympics, 2016.

 

The first accessible vehicle of the fleet in Campinas was officially presented yesterday at Paço Municipal, with the presence of Mayor Hélio de Oliveira Santos (PDT) the secretary of Transportation, Gerson Bittencourt and the taxi driver Celso Francisco Sabino, who invested R$ 27 thousand to adapt a Fiat Doble. 

Sabino started working with the vehicle yesterday itself from the taxi stand of the new bus stand. The taxi driver was the pioneer after being picked out from seven registered medallion owners. '(I) Opted for adapting because of question of solidarity. Many passengers that are taken to the clinics suffer a lot when in need of transportation in ordinary vehicles, "he said.


Bittencourt said that 20 models adapted would be in circulation in Campinas by June next year. The Secretary said that at least four accessible taxis would be at the new bus stop and four at the International Airport Viracopos.

Investment in adapting will come from the owner of the taxi and the Municipal Office has the responsibility of supervising, monitoring the adaptation and approving the license for the service. "All the adaptation was followed, evaluated and monitored. The taxi driver went through training and he is able to work," said Bittencourt, referring to Sabino.
 
According to the study by the Brazilian Institute of Geography and Statistics, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), at least 10% of the Brazilian population has low mobility, which represents at least a 100 thousand people in Campinas, considering the population to be 1 million inhabitants.

Through the Programa de Acessibilidade Inclusiva  (IAP), developed by the Mayor’s office, there are currently 20 mini buses and two accessible buses available in Campinas exclusively for wheelchair users and people with walkers, who do not pay for such transportation.

In addition, the urban system has 148 more accessible buses provided by five licensed    companies. They are free for people with disabilities. The Adapted taxis will charge the same common fare. Apart form the usual passengers, the taxi driver starts to have this option, contributing to the social inclusion" said Bittencourt.

The important Option
Adriana Roberta Costa Duarte, who uses a wheelchair, attended yesterday's presentation of the vehicle said that it is very important to have this option.  Magda Firmino, from The Comissão Permanente de Acessibilidade (CPA), said that the measure contributes greatly to the social inclusion and the expectation is that the fleet would be expanded. Maria Delta Brito Ramos, president of the Conselho Municipal de Direito da Pessoa com Deficiência, reminded that accessible taxis will be very useful and represents a big step for inclusion of the people with disabilities in society.

To Learn more
How to obtain an accessible taxi; Go to: the site www.campinas.sp.gov.br / urban / CPA or the taxi driver Celso Francisco Sabino, the phones (19) 7807-9690, (19) 9704-0435 and (19 ) 9334-4146.

Guide for Orientation on mobility


Guide for steps to mobility and accessibility was launched by the Mayor’s Office. - Guide to orientation and models in Campinas. There will be distribution to businesses and public offices to guide and divulge relevant laws and regulations on mobility.

The mayor Hélio de Oliveira Santos (PDT) recalled that, apart form the accessible taxi, and Campinas has two million ramps to ensure mobility in the city, accessible sidewalks, accessibility in public offices, such as City Hall, Public Library and Bus stop. "And the fleet of accessible buses will come the end of next year," said the mayor.
 
http://www.saci.org.br/index.php?modulo=akemi&parametro=23775

 

 

Please read the original Text below.

 

Cosmo
15/12/2008

 

Cidade é a segunda no Brasil a oferecer o serviço, seguindo o Rio de Janeiro; 20 modelos são esperados

Campinas passa a ser a segunda cidade do País a disponibilizar táxi para cadeirantes e pessoas com mobilidade reduzida. O Rio de Janeiro já oferecia o serviço desde o início do ano dentro do projeto de receber a Olimpíada e a Paraolimpíada de 2016.

O primeiro veículo acessível da frota de Campinas foi apresentado oficialmente ontem, no Paço Municipal, com as presenças do prefeitos Hélio de Oliveira Santos (PDT), do secretário de Transportes, Gerson Bittencourt e do taxista Celso Francisco Sabino, que investiu R$ 27 mil para adaptar um Fiat Doblò.

Sabino começou a trabalhar com o veículo ontem mesmo, a partir do ponto da nova rodoviária. O taxista foi o pioneiro após ser sorteado entre sete concessionários cadastrados. "Optei pelo táxi adaptado por uma questão de solidariedade. Muitos passageiros que levo para clínicas sofrem muito quando precisam do transporte em veículos comuns", afirmou.

Bittencourt disse que 20 modelos adaptados deverão circular em Campinas até junho do próximo ano. O secretário adiantou que pelo menos quatro táxis acessíveis ficarão no ponto da nova rodoviária e outros quatro no Aeroporto Internacional de Viracopos.

O investimento na adaptação deve partir do proprietário do táxi e a Prefeitura tem a incumbência de fiscalizar, acompanhar a adaptação e aprovar a concessão para o serviço. "Toda a adaptação foi acompanhada, avaliada e monitorada. O taxista passou também por treinamento e ele já está apto para atuar", disse Bittencourt, se referindo a Sabino.

Conforme levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), pelo menos 10% da população brasileira tem baixa mobilidade, o que representa, pelo menos, um universo de 100 mil pessoas em Campinas, considerando a população de 1 milhão de habitantes.

Por meio do Programa de Acessibilidade Inclusiva (PAI), desenvolvido pela Prefeitura, existem atualmente 20 microônibus e dois ônibus acessíveis em Campinas exclusivos para cadeirantes e pessoas com andador, que não pagam por esse transporte.

Além disso, o sistema urbano conta com mais 148 ônibus acessíveis, disponibilizados pelas cinco empresas concessionárias - os deficientes também circulam gratuitamente. Os táxis adaptados terão a mesma tarifa dos comuns. "Além dos passageiros costumeiros, o taxista passa a ter esta opção a mais, contribuindo com a inclusão social", disse Bittencourt.

Opção importante
A cadeirante Adriana Roberta Costa Duarte, que participou ontem da apresentação do veículo, disse que é muito importante criar essa opção. Magda Firmino, da Comissão Permanente de Acessibilidade (CPA), disse que a medida contribui muito para a inclusão social e a expectativa é de ampliações na frota. Maria Delta Brito Ramos, presidente do Conselho Municipal de Direito da Pessoa com Deficiência, lembrou que os táxis acessíveis serão muito úteis e representam um grande passo para a inclusão dos deficientes na sociedade.

Saiba mais
Como acionar o táxi acessível: pelo site www.campinas.sp.gov.br/urbanismo/cpa ou com o taxista Celso Francisco Sabino, nos telefones (19) 7807-9690, (19) 9704-0435 e (19) 9334-4146.

Cartilha orienta sobre mobilidade
Foi lançada ontem também pela Prefeitura a cartilha Calçadas para Mobilidade e Acessibilidade - Guia de orientações e modelos em Campinas. Haverá distribuição em empresas e órgãos públicos para orientar e divulgar as leis e as regras pertinentes à mobilidade.

O prefeito Hélio de Oliveira Santos (PDT) lembrou que, além do táxi acessível, Campinas conta com mais de duas mil rampas para garantir a mobilidade na cidade, calçadas acessíveis e a acessibilidade em prédios públicos, como a Prefeitura, Biblioteca Municipal e rodoviária. "E a frota de ônibus acessíveis deverá chegar a 200 unidades até o final do próximo ano", afirmou o prefeito.

 

http://www.saci.org.br/index.php?modulo=akemi&parametro=23775 

 

 


Cosmo
15/12/2008
Campinas disponibiliza táxi para cadeirantes